Como anda a contabilidade da sua empresa?

 In Artigos & Matérias
Infelizmente ainda temos a cultura de que a contabilidade é para o governo, seja do contador, ao iludir a empresária de que as empresas pequenas não são obrigadas; seja da empresária em achar que esse processo é totalmente independente da empresa (junta os documentos e manda para o contador). Isto além de ser um grande engano, pode levar a empresária a tomar decisões erradas e compromete diretamente a gestão do negócio.

A contabilidade, seja fiscal (a que é enviada para o governo) ou gerencial (o que de fato acontece na empresa), deve ser vista pela empresária como importante ferramenta de gestão, pois através dela é possível gerir o negócio e evitar alguns problemas.

Tenho visto empresárias observando seu negócio somente pelo fluxo de caixa e quando se dão conta do problema não sabem se o negócio é rentável ou não, sabem que precisam de dinheiro, mas não sabem quanto e quando… Olhando pelos olhos de investidores, você arriscaria seu dinheiro?

A contabilidade é muito rica em demonstrações, cada uma delas com uma função diferente, e que sozinhas são apenas números. As principais que devem ser acompanhadas são:

Fluxo de Caixa – Acompanha o montante recebido e gasto em determinado período, é importante para equilibrar as contas do dia a dia, mas sozinho pode levar a empresária a cometer erros como achar que a empresa tem dinheiro, fazer retiradas e depois não saber como repor. Além disso, há o Risco daquele dinheiro esperado não entrar e comprometer todos os compromissos assumidos.

Demonstração de Resultado – Acompanha o resultado do período, demonstra o quanto a empresa teve de lucro ou prejuízo. Sozinho não é eficaz porque também pode levar a empresária a cometer o erro de achar que a empresa tem dinheiro; os valores são demonstrados por competência, ou seja, você pode ter tido um alto lucro, mas o valor em si, financeiramente, pode ser recebido somente no mês seguinte, o que faz toda a diferença.

Balanço Patrimonial – Informa o que a empresa tem, seus Bens e direitos, suas dívidas e, principalmente, o que foi feito do valor investido e o que foi feito do lucro da empresa. Sozinho não é eficaz porque é estático. O fato de se ter muitos Ativos não quer dizer que a empresa tem dinheiro para assumir seus compromissos.

E você, como tem administrado sua empresa?

Fonte: Portal Contábeis

Recommended Posts
Showing 2 comments
  • Joao
    Responder

    Concordo com o colega em gênero e grau, a profissionalização do Empresário é necessária, até porque quem vai assumir a multa a princípio é ele.
    Porem cabe uma ressalva, ser contador não é fácil, se não basta-se cumprir um cem numero de obrigações acessórias, com prazo apertados e multas altíssimas. Ainda temos que prestar serviços gratuitos por força de lei,

  • Marcos Paulo
    Responder

    Belíssima sua publicação, não deveria ser necessário sua preocupação, pois o CONTADOR deveria estar ciente e fazendo corretamente pelo que é pago. Mais realmente os desvios existem, e é necessário estar atento para não comprometer seu negócios e seu patrimônio. Alias alem do contador existe tambem o SEBRAE que tem essa função de capacitar o empresário para evitar que seu negócio sucumba, porem já esta provado que não funciona, pois no Brasil 70% das empresas falem com menos de 02 anos, apesar do esforço do Governo que disponibiliza Bilhões de reais anualmente para a manutenção de pouco mais de 13.000 colaboradores do SEBRAE, que tem se tornado nos últimos anos um feroz CRÍTICO da classe contábil, inclusive sendo criador da GRATUIDADE da Contabilidade do MEI, para quem é optante pelo SIMPLES. Na realidade o contador fazer parte do Simples não é nenhum favor, e sim um Direito, até porque existem diversos segmentos que tambem fazem parte sem nenhuma CONTRA – PARTIDA, mais hoje existe um movimento orquestrado para dizimar a contabilidade, acredite voce que encontrei na internet um site de nome CONTADOR AMIGO, que propõe fazer a contabilidade sem o contador, que absurdo, e perigoso, agora pergunto a quem interessa isso?, infelizmente nossa categoria acompanha tudo isso em silêncio, hoje tudo é SIMPLES, RÁPIDO e DESCOMPLICADO para os ouvidos do público, na realidade o ESTADO não confia é no Empresário, e contador coitado é um mero BODE EXPIATÓRIO, nesse ciclo de desconfianças.

Deixe seu comentário